CL
CURSO ANTERIOR
PRÓXIMO CURSO

FALANDO ABSURDO

com Luiz Furlanetto


PERÍODO DO CURSO

02 A 25 AGO


Vamos falar um pouco de Absurdo?

O teatro do Absurdo foi criado no fim da década de 50 pelo crítico inglês Martin Esslin, reunindo obras de dramaturgos de diversos países e que discutiam, entre outras coisas, os aspectos inesperados da vida.

Comicidade e sentimento trágico são aspectos comuns nos textos; situações banais, frases feitas, gestuais repetitivos criam situações aparentemente sem sentido. Tudo isso para justificar uma crise existencialista que afirma definitivamente a solidão e a responsabilidade do homem por seu destino em um mundo sem fé.

No teatro do Absurdo busca-se criar outros universos, estranhos, porém parecidos ao universo cotidiano.

O curso tem como objetivo ajudar o ator a desenvolver seu lado crítico e cômico, dando ferramentas para que ele aperfeiçoe sua capacidade “de fazer o teatro do ABSURDO”.

Vamos trabalhar textos de alguns dos mais consagrados autores – Beckett, Ionesco, Arrabal, Tardieu– e exercícios cênicos que ajudarão na criação de cenas baseadas na temática.

E então?

Vamos falar Absurdo?

 

• • •

observações
A partir de 16 anos.
Ao preencher a Ficha de Inscrição, leia atentamente o Regulamento.
No término do curso, o Certificado de Frequência será fornecido ao aluno que cumprir, no mínimo, 75% da sua carga horária.


Luiz Furlanetto . Ator, diretor, formado pela Escola Macunaíma de Teatro – SP, Bacharel em Teatro, pós-graduado em Direção Teatral.

Trabalhou por mais de dez anos com o diretor de teatro Antunes Filho, onde ajudou também a formar o Grupo Boi Voador de Teatro, dirigido por Ulysses Cruz. Ao lado de Antunes, participou das montagens “Paraíso Zona Norte”, “Nova Velha Estória”, “Gilgamesh” – prêmio MAMBEMBE de melhor ator coadjuvante com esse espetáculo – participando também ativamente na criação do espetáculo “Nas Trilhas da Transilvânia”, entre outros. Ainda com Antunes, participou de vários festivais internacionais de teatro e ao lado de Ulysses Cruz, do FITEI e FITE, Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica – Portugal e Festival Internacional de Teatro de Cadiz – Espanha, respectivamente. Trabalhou com Maurice Bènichou na montagem brasileira de “A Conferência dos Pássaros” de Peter Brook.

Indicado ao Prêmio APTR como melhor ator pelo espetáculo “Pedras nos Bolsos”. Diretor premiado com o PRÊMIO SHELL de MELHOR DIREÇÃO, por TRAINSPOTTING – a peça.

Dá aulas de interpretação teatral na CAL desde 1997.

Luiz Furlanetto . Ator, diretor, formado pela Escola Macunaíma de Teatro – SP, Bacharel em Teatro, pós-graduado em Direção Teatral.

Trabalhou por mais de dez anos com o diretor de teatro Antunes Filho, onde ajudou também a formar o Grupo Boi Voador de Teatro, dirigido por Ulysses Cruz. Ao lado de Antunes, participou das montagens “Paraíso Zona Norte”, “Nova Velha Estória”, “Gilgamesh” – prêmio MAMBEMBE de melhor ator coadjuvante com esse espetáculo – participando também ativamente na criação do espetáculo “Nas Trilhas da Transilvânia”, entre outros. Ainda com Antunes, participou de vários festivais internacionais de teatro e ao lado de Ulysses Cruz, do FITEI e FITE, Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica – Portugal e Festival Internacional de Teatro de Cadiz – Espanha, respectivamente. Trabalhou com Maurice Bènichou na montagem brasileira de “A Conferência dos Pássaros” de Peter Brook.

Indicado ao Prêmio APTR como melhor ator pelo espetáculo “Pedras nos Bolsos”. Diretor premiado com o PRÊMIO SHELL de MELHOR DIREÇÃO, por TRAINSPOTTING – a peça.

Dá aulas de interpretação teatral na CAL desde 1997.

- Leia Menos

Carga horåria

13 horas

HORÁRIO

20h - 21h40
2ª/4ª

VALOR

R$340,00

Pagamento em até
2 vezes no cartão.

LOCAL

ONLINE
INSCREVA-SE AQUI

Cursos relacionados


    As inscrições para este curso estão fechadas.

    Tenho interesse! Quero ser informado.



    Veja também