CL
CURSO ANTERIOR
PRÓXIMO CURSO

INTERPRETANDO “A PESTE” DE CAMUS

com Pedro Osório e Karla Dalvi


PERÍODO DO CURSO

02 MAI - 20 JUN


Teatro online existe? É teatro, é cinema? Ao vivo? Ou gravado? O que sabemos é que esse novo formato está aí e nos proporcionou interagir e criar artisticamente nos tempos pandêmicos.

A alegoria da peste de Camus e seu estudo sobre epidemias passadas, períodos de guerra e o comportamento do ser humano em tempos de estresse nos proporciona um entendimento artístico e criativo dos fenômenos que estamos vivendo.

A Oficina será teórica e prática com a criação de personagens a partir de fragmentos do romance ‘A Peste’, de Camus, como Alegoria para os tempos atuais.

No conteúdo, abordaremos aspectos políticos, sociais e filosóficos contidos na obra de Camus que se refletem na atualidade. As cenas serão criadas a partir do texto ‘A Peste’ e de improvisações. Trabalharemos a apropriação e adaptação de um texto literal para o dramático, com o resultado final de cenas sendo apresentadas nos formatos online e presencial.

 

> A inscrição deste curso será feita através do Sympla.

> Curso disponível em dois formatos, que deverá ser escolhido no ato da inscrição: presencial ou online – transmissão ao vivo.

 

• • •

Atenção!
Vagas limitadas. Para participar do curso no formato presencial é necessário a apresentação do Comprovante de Vacinação.

• • •

observações
A partir de 16 anos.
Ao preencher a Ficha de Inscrição, leia atentamente o Regulamento.
No término do curso, o Certificado de Frequência será fornecido ao aluno que cumprir, no mínimo, 75% da sua carga horária.


Pedro Osório . Ator graduado na Faculdade  CAL de Artes Cênicas em 2015.  Realizou seu primeiro trabalho no teatro como produtor e ator no ano de 2000. Trabalhou em inúmeros comerciais de TV.  Fez algumas participações na TV como na novela Carrossel no SBT, Carga pesada na Globo, entre outras. No cinema, participou do filme “Ninguém ama ninguém por mais de dois anos” de Nelson Rodrigues, da produtora Cine de Cloves Mello e Foliar Brasil, da produtora Flora filmes de Carolina Paiva. Seu principal foco de trabalho está na produção de peças teatrais onde trabalha idealizando, realizando  e atuando

.

Em Teatro: A Peste de Albert Camus, direção Vera Holtz e Guilherme Leme, Família Lyons de Nick Silver, direção Marcos Caruso, Da Vida das Marionetes de Ingman Bergman, direção Guilherme Leme, Um Número, de Caryl Churchill, direção Pedro Nesheling, Estragaram todos os meus sonhos seus cães miseráveis, direção Pedro  Nesheling, Laranja Azul, de Joe Penhall, direção Guilherme Leme, A Forma das Coisas, de Neil Labute,  direção Guilherme Leme, Maria Stuart, de Schiller, direção de Antônio Gilberto, Werther, de Goethe, direção de Antônio Gilberto, Circo de rins e fígado, texto e direção de Gerald Thomas, Pequenas Raposas, de Lilian Hellmann, direção de Naum Alves de Souza, Indecência Clamorosa, de Moises Kaufman, direção de Jaqueline Laurence, Dia do Redentor, de Bosco Brasil, direção de Ariela Goldman, Laranja Mecânica, de Anthony Bourges, direção de Paulo Afonso de Lima, Trainspotting, de Harry Gibson, direção de Luiz Furlanetto, Fausto Gastrônomo, de Richard Scheschner, direção de Luiz Furlanetto.

... Leia Mais Leia Menos

Pedro Osório . Ator graduado na Faculdade  CAL de Artes Cênicas em 2015.  Realizou seu primeiro trabalho no teatro como produtor e ator no ano de 2000. Trabalhou em inúmeros comerciais de TV.  Fez algumas participações na TV como na novela Carrossel no SBT, Carga pesada na Globo, entre outras. No cinema, participou do filme “Ninguém ama ninguém por mais de dois anos” de Nelson Rodrigues, da produtora Cine de Cloves Mello e Foliar Brasil, da produtora Flora filmes de Carolina Paiva. Seu principal foco de trabalho está na produção de peças teatrais onde trabalha idealizando, realizando  e atuando

.

Em Teatro: A Peste de Albert Camus, direção Vera Holtz e Guilherme Leme, Família Lyons de Nick Silver, direção Marcos Caruso, Da Vida das Marionetes de Ingman Bergman, direção Guilherme Leme, Um Número, de Caryl Churchill, direção Pedro Nesheling, Estragaram todos os meus sonhos seus cães miseráveis, direção Pedro  Nesheling, Laranja Azul, de Joe Penhall, direção Guilherme Leme, A Forma das Coisas, de Neil Labute,  direção Guilherme Leme, Maria Stuart, de Schiller, direção de Antônio Gilberto, Werther, de Goethe, direção de Antônio Gilberto, Circo de rins e fígado, texto e direção de Gerald Thomas, Pequenas Raposas, de Lilian Hellmann, direção de Naum Alves de Souza, Indecência Clamorosa, de Moises Kaufman, direção de Jaqueline Laurence, Dia do Redentor, de Bosco Brasil, direção de Ariela Goldman, Laranja Mecânica, de Anthony Bourges, direção de Paulo Afonso de Lima, Trainspotting, de Harry Gibson, direção de Luiz Furlanetto, Fausto Gastrônomo, de Richard Scheschner, direção de Luiz Furlanetto.

... Leia Mais Leia Menos

- Leia Menos


Karla Dalvi . Atriz, Bacharela em Teatro e pós-graduada em Direção Teatral pela CAL (RJ); atuou nas peças “Aceita?” (RJ 2017/18) e “Solos de Memória” (RJ 2016) com textos de Uma certa Companhia e direção de Morena Cattoni. “A Fada que tinha idéias” de Fernanda Lopes de Almeida, direção Susana Garcia e Herson Capri (RJ 2017/18); “A Vida como ela é” de Nelson Rodrigues, direção de Marcus Alvisi (RJ 2014/15), “Uma comédia dentro de uma comédia” de Carlo Goldoni, direção de Adriana Maia (RJ 2013); “A Forma das Coisas”, de Neil LaBute, direção de Guilherme Leme (RJ, RS e SP 2008 a 2010); “A Pena e a Lei” de Ariano Suassuna, direção de João Fonseca (RJ 2003), entre outras. No cinema, nos longas metragens “Safo” de Francis Ivanovich (abril de 2016); “A Mulher Invisível” de Cláudio Torres (maio de 2009); “Xuxa em o Mistério de Feiurinha” de Tizuka Yamasaki (Dezembro de 2009).

Karla Dalvi . Atriz, Bacharela em Teatro e pós-graduada em Direção Teatral pela CAL (RJ); atuou nas peças “Aceita?” (RJ 2017/18) e “Solos de Memória” (RJ 2016) com textos de Uma certa Companhia e direção de Morena Cattoni. “A Fada que tinha idéias” de Fernanda Lopes de Almeida, direção Susana Garcia e Herson Capri (RJ 2017/18); “A Vida como ela é” de Nelson Rodrigues, direção de Marcus Alvisi (RJ 2014/15), “Uma comédia dentro de uma comédia” de Carlo Goldoni, direção de Adriana Maia (RJ 2013); “A Forma das Coisas”, de Neil LaBute, direção de Guilherme Leme (RJ, RS e SP 2008 a 2010); “A Pena e a Lei” de Ariano Suassuna, direção de João Fonseca (RJ 2003), entre outras. No cinema, nos longas metragens “Safo” de Francis Ivanovich (abril de 2016); “A Mulher Invisível” de Cláudio Torres (maio de 2009); “Xuxa em o Mistério de Feiurinha” de Tizuka Yamasaki (Dezembro de 2009).

- Leia Menos

Carga horåria

20 horas

HORÁRIO

19h30 - 22h
segundas

VALOR

R$930,00

Pagamento em até
4x de R$ 232,50

LOCAL

Unidade CAL Laranjeiras
Rua Rumânia 44

EM BREVE NOVAS DATAS TENHO INTERESSE

Cursos relacionados


    As inscrições para este curso estão fechadas.

    Tenho interesse! Quero ser informado.



    Veja também