O curso propõe apresentar de forma prática e teórica uma metodologia básica para o diretor teatral. Teatro é uma arte de colaboração, embora, como arte, seja indivisível. Criar uma unidade coerente entre todos os elementos diversos do teatro é competência de uma pessoa: o diretor.

O diretor tem um papel independente, mas precisa guiar e, ao mesmo tempo, depender de seus colaboradores. O curso propõe articular o papel transdisciplinar do diretor. Convenções teatrais e técnicas de encenação estão sujeitas às transformações. Todavia a metodologia do diretor se baseia nos fundamentos do teatro em sua natureza única. O método não rejeita nem o talento nem os experimentos, e sim, os pressupõe como necessários para a criação artística. O método é um auxílio à criatividade e a criatividade é um ato pessoal ligado à perspectiva humana e orientação estética do artista.


METODOLOGIA DO ENSINO

Aulas práticas e teóricas. Elaboração e execução do processo de ensaio necessário para a construção do exercício de encenação. Análise e discussão coletiva sobre temas e estéticas dos encenadores e das encenações investigadas. Estudo das bibliografias básicas. Apresentação final do trabalho.


AVALIAÇÃO

A avaliação final será feita através da participação em dinâmicas pedagógicas de aula; realização e apresentação de exercícios de montagem. Avaliação do Exercício de Montagem do final de curso. Frequência obrigatória de 75% do curso.

Já sou aluno PDF - Informações sobre o Curso Corpo docente

Carga Horaria
360 horas

PERÍODO
03.JUN A 01.DEZ 2019

HORÁRIO
18h50 - 24h40
2ª/4ª/5ª

VALOR
R$6.760,00

Para detalhes vide PDF informativo acima.

Local

Unidade CAL Glória
Rua Santo Amaro 44

EM BREVE NOVAS DATAS TENHO INTERESSE
EIXO PRÁTICO 184h

MÓDULO 1 . A PRÁTICA DO ENCENADOR I

Através de exercícios cênicos serão explorados os seguintes conceitos: Os pontos orientadores do Enredo; A Perspectiva do Diretor; O Trabalho com o Ator. (Uma das tarefas principais do diretor é o trabalho com o ator. O ator não é somente a matéria-prima do ato teatral, mas também seu criador. É o criador e o objeto da criação do diretor.)

MÓDULO 2 . A PRÁTICA DO ENCENADOR II

Os pontos anteriores acrescidos de: Trabalho com o texto; A Análise Dramatúrgica; A Análise do Diretor (Análise Temática); Análise Dramática (Episódios de Ação – Linhas de Conflito e Acontecimento – Enredo, etc.); Processos de ensaio. Para transformar um texto literário num trabalho teatral, o diretor precisa saber o que os diferencia e o que os une. Este exercício constitui uma linguagem particular do diretor. Marcação de cena . Mise-en-scène . Espaço cênico: Serão trabalhados elementos espaciais tais como: a relação espacial com o público; os diferentes espaços arquitetônicos; a configuração do espaço cenográfico; espaços não convencionais. A criação de ‘marcações’ e mise-en-scènes expressivas serão apresentadas como a síntese da ação cênica com os elementos plásticos da encenação.

MÓDULO 3 . EXERCÍCIO DE MONTAGEM

Realização de uma montagem completa reunindo todos os elementos anteriormente apresentados.

MÓDULO 4 . APRESENTAÇÕES E AVALIAÇÕES DOS EXERCÍCIOS DE MONTAGEM

CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO 184h
DOWNLOAD PDF

COORDENAÇÃO

David Herman . Ator, diretor e professor inglês, estudou com Sonia Moore (aluna de Stanislavski) em Nova York.

Foi assistente de direção artística no teatro de repertório The American Stanislavski Theatre. Em Nova York, fundou a Escola de Teatro: ENACT: School of the Theatre. Montou peças em Nova York e para a New York University. Entre 1988 e 1995 foi Coordenador Pedagógico do Teatro/Escola Macunaíma em São Paulo. Desde 1986 faz parte do corpo docente da CAL. Em 1998, foi indicado para o Prêmio Cultura Inglesa de Melhor Direção pelo espetáculo, “A Cozinha”, de Arnold Wesker. Em 2007, dirigiu o espetáculo “Anton e Olga” da sua autoria, que conta a história do dramaturgo Anton Tchekov e a atriz Olga Knipper. O espetáculo foi apresentado na Royal Academy of Dramatic Art – RADA, em Londres, como leitura dramatizada em 200X. Em 2010 dirigiu “Pedras nos Bolsos”, considerado um dos “Dez Melhores Espetáculos do Ano” pelo jornal O Globo. No cinema trabalhou com José Zoffily, Sérgio Rezende, Sérgio Machado, Cacá Diegues, Walter Lima Jr., Paulo Thiago e Bruno Barreto. Na televisão, tem integrado ao elenco de diversas novelas entre elas: Desejos de Mulher e Mulheres Apaixonadas. Em 2018 desempenhou o papel do ambientalista Farrel Nash no seriado de HBO The American Guest, dirigido por Bruno Barreto.

docentes

  • Adriana Maia / doutora
  • Álvaro de Sá / mestre
  • Desirée Bastos / mestre
  • Isaac Bernat / doutor
  • José Dias / doutor
  • Julian Boal / doutor
  • Marcelo Morato / especialista
  • Nara Keiserman / doutora

docentes convidados

  • João Batista
  • Marcelo Alonso Neves
  • Marcus Alvisi
  • Renato Icarahy
  • Wilson Reiz

    As inscrições para este curso estão fechadas.

    Tenho interesse! Quero ser informado.



    Veja também