Historico de Montagens

2019.1 Bacharelado de Teatro Formatura BT25

BORANDÁ

Texto Luis Alberto de Abreu
Direção João Batista

12/JUN a 04/JUL
4ª/5ª . 20H

Teatro Municipal Maria Clara Machado
Planetário da Gávea
Av. Padre Leonel Franca . 240

R$30 / R$15
90 minutos
12 anos

Auto que reúne três sagas familiares de migrantes que têm em comum a sobrevivência em São Paulo, Borandá, de Luiz Alberto de Abreu ganha nova montagem, com direção de João Batista e um elenco de jovens atores recém formados pela Faculdade CAL. A peça cumpre curta temporada a partir do dia 12 de junho no Teatro Municipal Maria Clara Machado.
Escrita a partir de uma pesquisa com moradores de bairros da zona sul paulistana como Jardim Ângela, Santo Amaro e Alto da Boa Vista, a peça de Luiz Alberto de Abreu nos traz três relatos sobre a migração interna brasileira. "É um texto que fala do brasileiro de forma dinâmica, em certos momentos bem humorada, e em outros, emocionante", explica o diretor.
Descrita pelo autor como um drama risível, junção de melodrama com comédia, Borandá conta as histórias de Tião Cirilo, Galatéia e Maria Déia.
A saga de Tião Cirilo dos Santos, caboclo que troca o nordeste pela cidade grande a qual tenta se adaptar, abre o espetáculo. "É a trama mais simples, que conta a história de um migrante comum, com uma vida em que nada acontece de especial", conta João Batista. A segunda tem caráter fantástico, cômico, e fala de Galateia, que é uma espécie de anti-herói que acaba sendo expulso do lugarejo onde vive e vai parar na cidade grande.

A saga de Maria Déia, inspirada na história de uma mulher que tem a vida marcada por um casamento tumultuado, a separação, e a fuga para salvaguardar os filhos encerra o espetáculo. "A última história é mais densa e fala de uma mulher que passa a vida migrando sem que seja por vontade própria. Levada primeiro pelo pai, depois pelo marido, para diferentes pontos do Brasil, um dia ela se cansa e resolve parar," explica o diretor.

  • Texto

    Luis Alberto de Abreu

  • Direção e adaptação

    João Batista

  • Iluminação

    Renato Machado

  • Cenografia

    Anderson Dias

  • Figurinos

    Mauro Leite

  • Visagismo

    Bruno Oliveira

  • Direção de movimento

    Soraya Bastos

  • Direção Musical

    Lucas Miranda

  • Trilha Sonora

    João Batista

    Lucas Miranda

  • Preparação Vocal

    Rose Gonçalves

  • Assis de Produção

    André Julião

    Dayene Ruffo

  • Projeto Gráfico

    Rita Ariani

  • Fotografia

    Pablo Henriques

  • Assessoria de Imprensa

    Ana Gaio

  • Monitores assistentes de direção

    Luca Porto

    Pris Gallicchio

  • Direção de Produção

    Marcia Quarti

BORANDÁ

Elenco


Veja também