Historico de Montagens

2018.2 Bacharelado de Teatro Formatura BT21

O DESAPARECIMENTO DE LUISA PORTO

do poema homônimo de Carlos Drummond de Andrade
direção e dramaturgia Diogo Liberano

09 a 19/NOV
sex-seg . 21h

Teatro Glaucio Gill
Praça Cardeal Arcoverde
Copacabana


90 minutos
14 anos

O poema Desaparecimento de Luisa Porto, escrito por Carlos Drummond de Andrade, originalmente publicado em 1948, serviu de ponto de partida para o espetáculo criado pelo diretor Diogo Liberano e que estréia curta temporada no Teatro Gláucio Gill a partir do dia 9 de novembro. O elenco é formado por jovens atores formados pela Faculdade CAL de Artes Cênicas.

O diretor Diogo Liberano define o espetáculo como um poema cênico inspirado no poema de Drummond que conta a situação do desaparecimento de uma mulher de 37 anos no Rio de Janeiro, chamada Luísa Porto, e todo o sensacionalismo da mídia (sobretudo a mídia impressa) acerca do caso. “É um poema altamente crítico em relação a uma questão que, atualmente, está ganhando contornos perversos como é o caso das fakenews. Pareceu-me importante chamar a atenção do espectador - e também nossa, é claro - da importância do cuidado em relação ao outro, explica Liberano. “É uma grande paródia o sensacionalismo da nossa mídia que, obviamente, nos remete à onda de fascismo crescente que estamos vivendo no Brasil contemporâneo”, completa.

A composição visual do espetáculo que tem cenário e figurinos criados por Elza Romero, é feita a partir de materiais e materialidades que remetem ao universo da obra civil. “De alguma forma, a peça é sobre a construção, destruição e reconstrução de alguma humanidade, alguma civilidade do homem contemporâneo. Assim, usaremos tapumes em cena, escadas, telas de proteção à obras, bem como jornais impressos. Esse universo de materiais está em cena para ser composto, recomposto, posicionado e reposicionado. É um material que solicita ao elenco uma ação de composição e decomposição. Como costumo dizer, é um cenário para jogo (ao invés de ser uma tentativa de reproduzir lugares e atmosferas da dramaturgia de modo literal)” garante o diretor.

  • Criação

    Turma BT21

  • Direção e Dramaturgia

    Diogo Liberano

  • Diretor Assistente

    Andrêas Gatto

  • Luz

    Livs Ataíde

  • Direção Musical

    Edvan Moraes

  • Oficina de Voz

    Leandro da Costa

  • Cenário e Figurinos

    Elsa Romero

  • Voz

    Renata Frisina

  • Corpo

    Soraya Bastos

  • Projeto gráfico

    Rita Ariani

  • Fotografia

    Pablo Henriques

  • Assessoria de imprensa

    Ana Gaio

  • Direção de Produção

    Marcia Quarti

O DESAPARECIMENTO DE LUISA PORTO

Elenco


Veja também