Historico de Montagens

2017.2 Curso Técnico Formatura REG.K

PESQUISA SOBRE O DESAPARECIMENTO DE UM ANÃO DE JARDIM

Texto Matéi Visniec
Direção Ivan Sugahara

OUT 2017

Teatro Glaucio Gill 
Praça Cardeal Arcoverde
Copacabana



O diretor Ivan Sugahara descreve como uma honra e uma alegria ter sido um dos 7 diretores escolhidos para participar da celebração dos 35 anos da CAL. Formado há 20 anos, foi lá que, depois de fazer alguns cursos livres de teatro começou a fazer um estudo mais aprofundado da teoria e história das artes cênicas, da técnica do ator, do trabalho corporal e vocal, da dramaturgia. “Foi lá também que travei contato com algumas pessoas fundamentais na minha vida, como parte dos integrantes da minha companhia de teatro - Os Dezequilibrados, pessoas com as quais convivo e trabalho até hoje. Tive grandes professores na CAL, artistas que determinaram o meu pensamento, minha visão, minha conduta e a minha prática teatral”, lembra Sugahara.

Para essa tarefa, o diretor escolheu o texto de Matéi Visniec, Pesquisa sobre o desaparecimento de um anão de Jardim. Trata-se de uma grande metáfora da exclusão social, da relação entre oprimidos (anões de jardim) e opressores (donos de anões). De modo inventivo, o texto faz uma crítica divertida e incisiva sobre a desigualdade, o consumismo e o individualismo. Em suma, sobre o absurdo do capitalismo e do nosso modo de vida fútil e injusto.  Escrita em 2008, é extremamente triste constatar que o texto é ainda mais atual, contundente e pertinente nove anos depois.

No texto, Felipe, um menino que é o protagonista da peça, diz a seus amigos: “Vamos aprender a nos revoltar”. Em uma grande brincadeira, ele lidera uma fuga em massa dos anões de jardim. Contudo, Felipe alerta: “Esse nosso jogo é bem sério”. Na montagem, procuramos justamente salientar esse tom de brincadeira séria. O espetáculo é extremamente lúdico, um grande faz de conta de crianças brincando no jardim. Ao mesmo tempo, fala do triste rumo que a humanidade tomou e da importância de fazermos algo a respeito. “A peça de Matei Visniec é extremamente apropriada para ser encenada por um grupo de atores jovens, tendo sido criada para uma oficina teatral de adolescentes, em colaboração com estes. É visível que o olhar deles foi determinante para a sua construção. Está expresso no olhar de Felipe, que consegue enxergar a triste condição dos anões de jardim e abre os olhos de seus amigos: “Somos os únicos que podemos fazer alguma coisa por eles”, revela o diretor.

SINOPSE:
O pai do menino Tales compra um anão de jardim. Felipe, amigo de Tales, fica indignado. Todas as noites, ele passa a reunir seus amigos no jardim de Tales e eles brincam de ser anões de jardim. Neste faz de conta, os anões se revoltam e, liderados por Felipe, organizam uma fuga em massa e abandonam seus donos.

  • Texto

    Matéi Visniec

  • Direção

    Ivan Sugahara

  • Diretora Assistente

    Rebecca Leão

  • Assistência de Direção

    Lucélia Pontes

  • Direção de Movimento

    Mayara Máximo

  • Cenário

    Carolina Sugahara

  • Figurino

    Joana Lima Silva

  • Iluminação

    Wilson Reiz

  • Trilha Sonora

    Felipe Ariani

  • Assessoria de Imprensa

    Ana Gaio

  • Projeto Gráfico

    Rita Ariani

  • Fotógrafo

    Pablo Henriques

  • Direção de Produção

    Márcia Quarti

  • Assistentes de Produção

    Lucélia Pontes

    Marcus Vinicius de Moraes

    Naara Barros

    Renan Fidalgo

    Sonia Machado

PESQUISA SOBRE O DESAPARECIMENTO DE UM ANÃO DE JARDIM

Elenco


Veja também