CL
CURSO ANTERIOR
PRÓXIMO CURSO

DRAMATURGIA PARA MUSICAL / CRIAÇÃO DE CENAS

com Ana Velloso


PERÍODO DO CURSO

15 JUN - 08 JUL


Este curso é dirigido a todos os interessados em desenvolver dramaturgia para musicais, a partir da tradição do teatro musical brasileiro.

Serão abordados os seguintes temas:
> Introdução à história do Teatro Musical Brasileiro;
> Técnicas e processos básicos para a elaboração de textos dramáticos com ênfase no teatro musical brasileiro;
> A escrita cênica a partir de exercícios de desbloqueio da criatividade;
> A criação de cenas a partir de temas universais e de temas propostos pelos alunos;
> Leitura de textos (peças, cenas, roteiros), apresentando autores representativos da nossa dramaturgia para musical;
> Noções de argumento, sinopse, roteiro, escaleta, diálogos, personagem.

O Teatro Musical atravessa a história da cultura brasileira desde o final do século XIX. Inicialmente sob influência europeia, posteriormente com produções genuinamente nacionais. O gênero sobreviveu às imposições do regime militar, servindo como resposta cantada ao cerceamento à liberdade cultural imposta na época.

Embora muitas vezes sendo considerado ‘gênero menor’, o teatro musical brasileiro foi sempre um porto seguro para importantes compositores do nosso país. Por ele passaram Chiquinha Gonzaga, Carlos Gomes, Ary Barroso, Assis Valente, Tom Jobim, entre outros grande nomes.

O gênero se utiliza da música para criticar, comentar, entreter, emocionar e dar um caráter lúdico à realidade cotidiana, tornando mais eficiente a transmissão das mensagens.

Hoje o teatro musical brasileiro é amplamente reconhecido como importante espaço de criação, com grande impacto no mercado de produção das artes cênicas, alcançando de forma ampla e contundente o grande público.

 

• • •

observações
A partir de 16 anos.
Ao preencher a Ficha de Inscrição, leia atentamente o Regulamento.
No término do curso, o Certificado de Frequência será fornecido ao aluno que cumprir, no mínimo, 75% da sua carga horária.


Ana Velloso . Bacharel em Direito, formada pela UFRJ; e atriz, formada pela CAL – Casa das Artes de Laranjeiras. Ana é Dramaturga, Atriz/Cantora e Produtora. Como sócia fundadora da Lúdico Produções Artísticas (1995), realizou mais de 130 projetos em diversas vertentes culturais, como Teatro, Música, Balé, Ópera, Literatura e Patrimônio. Foi professora de PAB – Perspectivas do Ator Brasileiro, no Curso de Formação Profissional de Atores da CAL, de 2003 a 2018

. Em sua atuação como Dramaturga, destacam-se espetáculos como: “Você Não Passa de Uma Mulher” – com Direção de Fabio Pillar; “É a Mãe” – comédia contemporânea que dirigiu em parceria com Duda Maia; “Estatuto de Gafieira” – com Direção de Aderbal Freire-Filho; “Clara Nunes – Brasil Mestiço” – com Direção de Gustavo Gasparani; “Atlantida – O Reino da Chanchada” – com Direção de De Bonis; “A Revista do Ano – Politicamente Incorretos” – Com Direção de Sergio Módena. Ana Velloso é Idealizadora e Autora dos textos da premiada Trilogia “Sambinha”, “Bossa Novinha” e “Forró Miudinho”, projeto que recebeu 16 Premiações entre 2013 e 2019, incluindo o Prêmio Zilka Sallaberry de Melhor Texto para “Sambinha” e o Prêmio CBTIJ de melhor Texto para “Forró Miudinho”, além de outras indicações de Texto. Em 2016 Ana assinou os roteiros da websérie “Hoje Tem História” – que faz parte da Memória Petrobras – além de outros conteúdos para web. No ano de 2018 Ana Velloso foi indicada ao Prêmio Botequim Cultural pela Dramaturgia de “Kid Morengueira – Olha O Breque!” e recebeu, ao lado de Vera Novello, o Prêmio Botequim Cultural de Melhor Texto por “O Choro de Pixinguinha”. No ano de 2019, escreveu o musical “Ayrton Senna” produzido pela Aventura Entretenimento, no âmbito do projeto ‘Cia Stone apresenta’. Em 2019/2020 foi a roteirista responsável pela Websérie “Antidipoing” do COB (Comitê Olímpico Brasileiro).

... Leia Mais Leia Menos

Ana Velloso . Bacharel em Direito, formada pela UFRJ; e atriz, formada pela CAL – Casa das Artes de Laranjeiras. Ana é Dramaturga, Atriz/Cantora e Produtora. Como sócia fundadora da Lúdico Produções Artísticas (1995), realizou mais de 130 projetos em diversas vertentes culturais, como Teatro, Música, Balé, Ópera, Literatura e Patrimônio. Foi professora de PAB – Perspectivas do Ator Brasileiro, no Curso de Formação Profissional de Atores da CAL, de 2003 a 2018

. Em sua atuação como Dramaturga, destacam-se espetáculos como: “Você Não Passa de Uma Mulher” – com Direção de Fabio Pillar; “É a Mãe” – comédia contemporânea que dirigiu em parceria com Duda Maia; “Estatuto de Gafieira” – com Direção de Aderbal Freire-Filho; “Clara Nunes – Brasil Mestiço” – com Direção de Gustavo Gasparani; “Atlantida – O Reino da Chanchada” – com Direção de De Bonis; “A Revista do Ano – Politicamente Incorretos” – Com Direção de Sergio Módena. Ana Velloso é Idealizadora e Autora dos textos da premiada Trilogia “Sambinha”, “Bossa Novinha” e “Forró Miudinho”, projeto que recebeu 16 Premiações entre 2013 e 2019, incluindo o Prêmio Zilka Sallaberry de Melhor Texto para “Sambinha” e o Prêmio CBTIJ de melhor Texto para “Forró Miudinho”, além de outras indicações de Texto. Em 2016 Ana assinou os roteiros da websérie “Hoje Tem História” – que faz parte da Memória Petrobras – além de outros conteúdos para web. No ano de 2018 Ana Velloso foi indicada ao Prêmio Botequim Cultural pela Dramaturgia de “Kid Morengueira – Olha O Breque!” e recebeu, ao lado de Vera Novello, o Prêmio Botequim Cultural de Melhor Texto por “O Choro de Pixinguinha”. No ano de 2019, escreveu o musical “Ayrton Senna” produzido pela Aventura Entretenimento, no âmbito do projeto ‘Cia Stone apresenta’. Em 2019/2020 foi a roteirista responsável pela Websérie “Antidipoing” do COB (Comitê Olímpico Brasileiro).

... Leia Mais Leia Menos

- Leia Menos

Carga horåria

16 horas

HORÁRIO

19h - 21h
3ª/5ª

VALOR

R$290,00

Veja as formas de pagamento ao efetuar sua inscrição online.

LOCAL

ONLINE
INSCREVA-SE AQUI

Cursos relacionados


    As inscrições para este curso estão fechadas.

    Tenho interesse! Quero ser informado.



    Veja também